"PORQUE ONDE ESTIVER O TEU TESOURO, ALI ESTARÁ O TEU CORAÇÃO". Mt 6,21

sábado, 12 de novembro de 2011

Visão do Mundo


VISÕES ERRADAS DO MUNDO

Diante dos males que existem no mundo, cada um procura dar uma solução e uma resposta.

a)   Alguns pensam que “tudo está fatalmente determinado” e que não se pode fazer absolutamente nada pra melhorar, e “aceitam tudo passivamente”. Atitude irracional esta, fruto do não conhecimento da vontade de Deus e da capacidade do homem. Disse Deus ao homem: “Dominai a terra” (Gn 1,28).

“Nesta visão determinista, não encontra outra atitude senão colaborar com essas forças ou aniquilar-se diante delas.

Acresce ainda, às vezes, a crença na reencarnação por parte dos adeptos de várias formas de espiritismo e de religiões orientais. Não poucos cristãos, ignorando a autonomia própria da natureza e da história, continuam crendo que tudo o que acontece é determinado e imposto por Deus” (Puebla 308).

Nada mais de errado existe do que pensar assim. O homem é livre e, por isso, responsável. O homem tem toda possibilidade de rebelar-se contra este estado de coisas e lutar para melhorar e viver num ambiente mais fraterno.

b) Outros veem o homem reduzido a seus instintos que lhe tiram toda responsabilidade. Atitude também irracional esta que equipara o ser humano, inteligente e livre, ao nível do animal irracional. Quando Caim matou seu irmão Abel, deixando-se levar pelo instinto, Deus lhe disse: “Tu, porém, terás de dominá-lo” (Gn 4,7).

A capacidade de dominar o instinto fez parte da essência do homem.
Quando o ser humano se deixa dominar pelo instinto se torna menos do que um homem.

c)       “Um terceiro grupo considera o homem como resultado de suas relações de produção ou das forças econômicas” (CR 165).

“A pessoa humana é vista apenas como instrumento de produção e objeto de consumo. Tudo se fabrica e se vende em nome dos valore do ter, do poder e do prazer, como se fossem sinônimos da felicidade humana.
Impede-se assim o acesso aos valores espirituais... (Puebla 311).

Pensar assim é também reduzir o ser humano a um puro animal que, depois que se enche de comida, de prazeres e de glória... pensa que tudo está alcançado. No entanto a tristeza e a frustração e a insatisfação... ainda tomam conta do homem.

Há valores bem mais sublimes que podem satisfazer o homem na sua totalidade.
d)      “Um quarto grupo” coloca o Estado acima das pessoas, limitando assim a liberdade individual”. São as ideias totalitárias que escravizam os povos e os indivíduos, como no comunismo e sistemas militaristas de direita. Todo e qualquer governo absolutista sempre se edificou sobre os cadáveres dos mais pobres e indefesos.
e)      “Outros veem na ciência a única salvação do homem” (CR 165).

“Em nome da ciência justifica-se tudo, até o que constitui uma afronta à dignidade humana” (Puebla 315). De fato, em nome da ciência se deixam morrer de fome milhões de seres humanos e ao mesmo temo se fabricam engenhos destruidores que absorvem quase a totalidade dos recursos humanos. Em nome da ciência se quer conquistar os espaços siderais, e se deixa a terra cheia de problemas e desordem de todo tipo.

Às vezes basta uma pequena falha humana para mandar para os ares todo tipo de ciência dos homens. Basta pensar as falhas nas usinas nucleares, incêndios em prédios e outros.

A ciência dos homens é tão grande que nem conhece o que há dentro de um grão de areia”
A ciência assim entendia não resolve o problema de ninguém.

f)       Outros colocam a base de tudo “numa crença em Deus manifestada em diversas expressões da religiosidade popular. Muitas vezes é uma fé pagã, que não conhece Cristo, o Filho de Deus, mas se baseia numa infinidade de deuses inventados pela fantasia amedrontada dos povos primitivos os quais, diante dos fenômenos inclementes na natureza, atribuíam tudo ao castigo das “divindades”.

De fato, lemos em Puebla 456: “Os aspectos negativos são de origens várias. De tipo ancestral: superstição, magia, fatalismo, idolatria do poder, fetichismo e ritualismo”.

Todas estas teorias ou respostas, ou visões do mundo, nada resolvem para ninguém; servem somente para agravar mais os problemas dos pobres mortais.

A NOSSA RESPOSTA: JESUS CRISTO

Jesus Cristo, totalmente Deus e totalmente homem, é o único que pode resolver todos os nossos males e fazer de todo homem, HOMENS NOVOS, NOVAS CRIATURAS, e transformar a face da terra e do universo e recolocar neles a original harmonia.

Jesus é a nossa resposta. Ele veio do Pai e nos revelou toda a verdade. “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”.

“Diante dessa realidade, qual a mensagem de salvação que devemos anunciar com nossa catequese? Para todos os homens, a Igreja tem uma resposta: Cristo, o Redentor do homem. Ele não se substitui ao homem, mas se oferece como CAMINHO da plena realização humana e da vida eterna. Assim essa libertação se torna plenamente dom de Deus, e o clamor surdo dos que não têm voz é aceito por Deus: “Eu ouvi os clamores do meu povo por causa dos seus opressores, e desci para o libertar” (Ex 3,7-8).

Deus, como nossa fé professa, é um Deus que “está no meio de nós” que sempre se manifesta dentro de nossa história e de nossas vidas, procurando nos libertar para formas mais humanas de vida. A plenitude desta vida é a total COMUNHÃO com Ele” (CR 173-174).

“Na plenitude dos tempos”, quando o mundo não aguentava mais, pela injustiça, pela prepotência, pela miséria extrema, o Filho de Deus se encarnou e “habitou entre nós” (Jo 1).

FREI BATTISTINI

Um comentário:

O sofrologista católico disse...

Humildade: A base para servir a Deus!